Urgente: Evo Morales renuncia na Bolívia e deixa o país

Juan Evo Morales Ayma foi presidente da Bolívia entre 2006-2019, com suspeitas de fraudes nas eleições de 20 de outubro, a oposição iniciou uma grande onda de processos. A polícia parou de reprimir as manifestações e teve início os motins em diversos quartéis do país.

Desde o dia 08 policiais bolivianos de Cochabamba, Santa Cruz, Sucre e La Paz, estão se amotinando e o governo fez um comunicado, dizendo se tratar de um golpe de estado.

A OEA (Organização dos Estados Americanos) afirmou que as eleições foram fraudadas, diante disso, pela manhã o ex presidente afirmou que convocaria novas eleições.

Chefes das Forças Armadas e da Polícia pediram junto com a oposição que Morales renunciasse para pacificar o país. Três ministros também renunciaram o cargo.

Fuga ou Estratégia?

Morales deixou a Bolívia e se instalou na Argentina, o jornal argentino Clarín confirmou a chegada do ex presidente em avião presidencial.

Evo se reuniu com líderes cocaleiros em Cochabamba, onde nasceu,

Fontes diplomáticas e da OEA (Organização dos Estados Americanos) confirmaram ao veículo argentino que o chefe de estado deixou a Bolívia. Integrantes da OEA também disseram ao jornal que Morales, depois de deixar a capital boliviana La Paz, desembarcou em Cochabamba, região que o viu nascer, para se encontrar com líderes cocaleiros.

Em sua conta no Twitter, Evo compartilhou um vídeo de Mujica insinuando um “golpe”.

Acompanhe os jornais bolivianos ao vivo com novas informações:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: