Urgente: Policial Militar necessita de doação de sangue O NEGATIVO em Mogi Guaçu

As doações podem ser realizadas na Santa Casa de Mogi Guaçu para Guilherme Gustavson Glockshuber.

O Hospital fica localizado na Rua Chico de Paula, nº608 no Centro de Mogi Guaçu/SP, CEP 13840-005. Está aberto 24 horas e o telefone é o (19) 3861-1313.

O Policial Militar Guilherme, sofreu um acidente nessa manhã 17/11/2019 na rodovia SP 340 enquanto transitava no sentido de Mogi para Aguaí. Infelizmente perdeu o controle da direção da moto e caiu entre os viadutos, cerca de 18 metros, se chocando contra a estrutura de concreto e ficando imobilizado. 

O Policial que pertence a unidade 8 BPMI da 2º CIA, voltava do serviço e ainda estava fardado e seu armamento foi guardado na base da Polícia Rodoviária de Mogi.

Guilherme sofreu grave hemorragia que começou a ser controlada a pouco tempo, sofreu três (3) paradas cardíacas e permanece na UTI. Ele já tomou sete bolsas de sangue e necessita de doações urgentes.

Saiba os critérios para doar sangue

Na hora de doar, todos passam por uma entrevista que tem como objetivo dar mais segurança ao doador e aos pacientes que vão receber a doação. O sangue doado é testado para doenças como hepatite B, hepatite C, HIV, sífilis e doença de Chagas.

Para doar é necessário estar em boas condições de saúde, alimentado, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas antes da doação e levar documento oficial com foto.

Os homens podem doar até quatro vezes por ano, com intervalo mínimo de dois meses. Já as mulheres podem doar três vezes, com intervalo necessário de três meses, no mínimo.

A quantidade de sangue colhida não afeta a saúde do doador e a recuperação é imediata. De acordo com a Fundação Pró-Sangue de São Paulo, o volume total de sangue a ser doado não pode exceder 8 ml/kg do peso do doador, no caso das mulheres, e 9 ml/kg dos homens.

obs.: o doador não poderá doar se vier acompanhado de crianças menores de 13 anos sem a presença de um outro adulto para cuidar delas.

O volume máximo admitido para uma doação de sangue é de 450 ml, aos quais podem ser acrescentados até 30 ml para realização dos exames laboratoriais exigidos pelas leis e normas técnicas.

Não pode doar sangue:

Você estará impedido de doar sangue se:

  • 1. por 48 horas:
    • » se recebeu vacina preparada com vírus ou bactéria mortos, toxóide ou recombinantes. Ex.: cólera, poliomielite (salk), difteria, tétano, febre tifóide (injetável), meningite, coqueluche, pneumococo.
    • » se recebeu vacina contra gripe.
  • 2. por sete dias:
    • » se teve diarréia.
    • » após terminarem os sintomas de gripe ou resfriado.
    • » após a cura de conjuntivite.
    • » extração dentária (verificar uso de mediação).
    • » tratamento de canal (verificar medicação).
  • 3. por duas semanas:
    • » após o término do tratamento de infecções bacterianas (uso de antibióticos).
    • » após a cura de rubéola.
    • » após a cura de erisipela.
  • 4. por três semanas:
    • » após a cura de caxumba.
    • » após a cura de varicela (catapora).
  • 5. por quatro semanas:
    • » se recebeu vacina de vírus ou bactérias vivos e atenuados. Ex.: poliomielite oral (sabin), febre tifóide oral, caxumba, febre amarela, sarampo, bcg, rubéola, catapora, varíola etc.
    • » se recebeu soro antitetânico.
    • » após a cura de dengue.
    • » cirurgia odontológica com anestesia geral.
    • » após o retorno, quem esteve em região onde há surto de Febre Amarela.
  • 6. por oito semanas (somente para homens):
    • » após uma doação de sangue. Esse período deve ser ampliado para 16 semanas se houve doação dupla de hemácias por aférese.
  • 7. por 12 semanas (somente para mulheres):
    • » após uma doação de sangue (para mulheres). Esse período deve ser ampliado para 24 semanas se houve doação dupla de hemácias por aférese.
    • » após parto normal ou abortamento.
  • 8. por três meses (independente se homem ou mulher):
    • » se foi submetido a apendicectomia.
    • » se foi submetido a hemorroidectomia.
    • » se foi submetido a hernioplastia.
    • » se foi submetido a ressecção de varizes.
    • » se foi submetido a amigdalectomia.
  • 9. por seis meses a 01 ano:
    • » se foi submetido a uma cirurgia de médio ou grande porte como por exemplo: colecistectomia, histerectomia, tireoidectomia, colectomia, esplenectomia pós trauma, nefrectomia etc.
    • » após a cura de toxoplasmose comprovada laboratorialmente.
    • » qualquer procedimento endoscópico (endoscopia digestiva alta, colonoscopia, rinoscopia etc): aguardar 6 meses.
      » se fez piercing (se piercing na cavidade oral ou genital, devido ao risco permanente de infecção, implica em inaptidão por 12 meses após a retirada).
    • » se contraiu Febre Amarela; aguardar 6 meses após recuperação completa (clínica e laboratorial).
  • 10. por 12 meses:
    • » se recebeu uma transfusão de sangue, plasma, plaquetas ou hemoderivados.
    • » se recebeu enxerto de pele.
    • » se sofreu acidente se contaminando com sangue de outra pessoa.
    • » se teve acidente com agulha já utilizada por outra pessoa.
    • » se teve contato sexual com alguma pessoa com aids ou com teste positivo para hiv.
    • » se teve contato sexual em troca de dinheiro ou de drogas ou seus respectivos parceiros sexuais; .
    • » se teve contato sexual com usuário de droga endovenosa.
    • » se teve contato sexual com pessoa que tenha recebido transfusão de sangue nos últimos 12 meses.
    • » se teve relação sexual com pessoa com hepatite.
    • » se fez tatuagem ou maquiagem definitiva.
    • » se teve sífilis ou gonorréia.
    • » se foi detido por mais de 24 horas.
  • 11. por cinco anos:
    • » após a cura de tuberculose pulmonar.
  • 12. você nunca poderá ser doador de sangue se:
    • » tem ou teve um teste positivo para hiv.
    • » teve hepatite após os 10 anos de idade.
    • » já teve malária.
    • » tem doença de chagas.
    • » recebeu enxerto de duramater.
    • » teve algum tipo de câncer, incluindo leucemia.
    • » tem graves problemas no pulmão, coração, rins ou fígado.
    • » tem problema de coagulação de sangue.
    • » é diabético com complicações vasculares ou em uso de insulina.
    • » teve tuberculose extra-pulmonar.
    • » já teve elefantíase.
    • » já teve hanseníase.
    • » já teve calazar (leishmaniose visceral).
    • » já teve brucelose.
      » já teve esquistossomose hepatoesplênica
    • » tem alguma doença que gere inimputabilidade jurídica.
    • » se foi submetido a transplante de órgãos ou de medula.

Leia mais no site da Fundação Pró Sangue.

Um comentário em “Urgente: Policial Militar necessita de doação de sangue O NEGATIVO em Mogi Guaçu

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: