Enfermeira italiana comete suicídio, Federação de Enfermagem publica nota

A enfermeira temia ter infectado pessoas.

Daniela Trezzi, de 34 anos, estava a frente dos cuidados intensivos do hospital San Gerardo de Monza, uma das principais frentes de combate da pandemia na Itália.

Segundo a Federação Nacional das Ordens de Profissões de Enfermagem, a enfermeira desenvolveu sintomas de ansiedade e estresse que lhe causou grande angústia e sofrimento. Ela temia ter infectado outras pessoas.

A Federação Nacional das Ordens de Profissões de Enfermagem expressa toda a dor e consternação dos enfermeiros com as notícias de um jovem colega que não o fez mais e todos os 450 mil profissionais presentes na Itália se amontoam fortemente e em torno da família. amigos e colegas.

Em nota, a FNOPI, lamenta o ocorrido e diz que não é o primeiro caso desde o início da pandemia. Faça também sobre as condições emocionais de grande tensão que os profissionais estão submetidos. E cita:

“Cada um de nós escolheu essa profissão para o bem e, infelizmente, também para o mal: somos enfermeiros.”

O gerente geral de San Gerardo, Mario Alparone , confirmou o suicídio da funcionária, ressaltando que “a colega estava em casa doente desde 10 de março” e que “ela não estava sob vigilância”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: