Centro Hospitalar para a Pandemia de Covid-19 será construído no Rio de Janeiro

O Ministério da Saúde destinou 144 milhões de reais a Fiocruz para construção de um centro hospitalar.

A construção terá duas etapas. Na primeira etapa, que levará quarenta dias, serão instalados 100 leitos, 50 para tratamento intensivo e 50 para tratamento semi-intensivo. Em dois meses (maio), espera-se que, a obra esteja concluída com um total de 200 leitos.

Os leitos serão isolados para infecções por aerossóis (partículas leves que ficam suspensas no ar), as condições são para a demanda de alta complexidade.

Exames diagnósticos como tomografia e demais exames necessários estão incluídos. Uma força de trabalho extra será instaurada e a FIOTEC (Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde) convocará profissionais: 600 vagas para médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas. Na segunda etapa serão convocados nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais e especialistas como cardiologistas e nefrologistas, e profissionais de apoio administrativo.

As inscrições já estão abertas e os profissionais podem se inscrever para participarem do processo seletivo até o próximo dia 3 de abril.

Estudo Solidarity

Trata-se de um ensaio clínico lançado pela OMS que no Brasil estará sobre a coordenação da Fiocruz. O projeto visa investigar a eficácia de tratamentos nos quadros medicamentosos para o coronavírus. Somente pacientes internados e que assinarem o termo de consentimento poderão participar.

Quatro medicamentos serão testados: cloroquina, o Remdesivir, a combinação de liponavir e ritonavir, isolado ou combinado ao Interferon Beta 1a.

O estudo será implementado em 18 hospitais de 12 unidades da Federação: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Bahia, Pernambuco, Fortaleza, Pará, Amazonas e Distrito Federal.

A presidente da Fiocruz,  Nísia Trindade Lima, comentou: “Sem dúvida, esse é um ponto muito sensível em que acredito que poderemos dar uma contribuição muito importante. Nós estamos atuando, junto ao Ministério da Saúde e OMS, para fazer parte dessa pesquisa multicêntrica de estudos clínicos voltados para definição das melhores terapêuticas”.

Fonte: Ministério da Saúde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: