Victor Ávila, dirigente do Jardim de Oxalá, concede uma entrevista esclarecedora sobre a transição do planeta

Victor é umbandista faz 12 anos, é dirigente do Jardim de Oxalá em Caetanópolis, Minas Gerais. Ele é mestre Reiki, Apometra, Tarólogo e nessa entrevista ele comenta sobre o período de transição que a humanidade está passando. Confira na íntegra.


O que entende sobre esse período que estamos passando?

Victor Ávila:
Conforme o que os espíritos tem me passado essa situação é uma queima de karma, ou melhor, das repercussões kármicas tanto individuais quanto coletivas. O mundo tinha até então grande possibilidade de uma guerra nuclear. Os espíritos superiores decidiram, por amor, que teríamos o abrandamento da repercussão negativa de nossas ações e ainda a oportunidade de evoluir e aprender por processos menos dolorosos. Assim, esses espíritos superiores permitiram que o vírus, estimulado inicialmente por seres negativos, tivesse possibilitada a sua disseminação a partir da brecha moral e kármica deixada pela usurpação da natureza, e com isso, ocasionar através do medo e da dor, a reflexão sobre a responsabilidade que a coletividade tem para com o planeta, incluindo a natureza e os seres humanos.

Por que os médiuns, de maneira geral, se sentem tão sobrecarregados nesse período?

Victor Ávila:
No geral, mediunidade serve de ponte para a comunicação entre as dimensões. O médium é treinado a sentir a psicosfera ambiente e não apenas a presença de espíritos. Por psicosfera entendemos atmosfera energética, composta do coletivo de ideias, emoções, pensamentos recorrentes, intenções e sentimentos, formando uma massa invisível de vibrações que atuam influenciando a tudo e a todos, desde a energia ao redor de uma pessoa e seu o ambiente doméstico, até a média de energia de empresas, cidades, estados, países e por fim, do planeta.
Talvez isso seja o inconsciente coletivo. Cada médium que estiver mais sintonizado à média energética coletiva, que nesse momento compreende um misto de medo, preocupação e revolta, irá atrair para seu campo energético pessoal a influência desse padrão energético que por sua vez irá exercer pressão sobre o seu campo energético pessoal. Quanto mais conectado, mais intensamente irá sentir os malefícios energéticos desse momento em si.

Alguns médiuns e sensitivos relatam aparição de espíritos e sensação constante de presenças. Como lidar com isso?

Victor Ávila:
Independentemente do momento de crise em si, a aparição de espíritos sempre e foi e continuará sendo comum em todo o planeta. Somo espíritos. Estamos humanos. O processo de adequação cultural às religiões dominantes aqui no ocidente, que insistem em sustentar a desconfiança e o medo a partir de ideias extraídas de livros antigos, é que gera o sentimento de apreensão e algumas vezes até repulsa em alguns casos. Entretanto há aqueles que lidam com isso sem maiores complicações. A partir do pressuposto de que somos almas temporariamente habitando corpos e não corpos que por acaso tem uma alma, a interação com os espíritos poderá gradativamente ocorrer sem medos. A média de energia e padrão moral de cada um é que normalmente atrai espíritos, sejam eles bons ou ruins.

O desencarne massivo implica algo na evolução do planeta nas questões espirituais?

Victor Ávila:
Sim. Queima de karmas como é comumente chamado. Deus não nos julga. Mas nossos ‘erros’ do passado deverão ser ressarcidos em algum momento. Esses ‘erros’vão desde problemas morais e de relacionamentos até as formas de interação com a própria natureza. Nada é por acaso. Deus não joga dados. Aos olhos dos espíritos mais evoluídos, as feridas do corpo proporcionam a cura do espírito. Isso não é romantizar a dor, mas sim compreender além dos limites de tempo e espaço físicos, que a consciência existe além da morte física e que a própria reencarnação existe apenas para saldar as falhas através de novas e melhores condutas no agora.

O que os guias e acompanhamentos espirituais pedem nesse momento?

Victor Ávila:
Fé. A dor é um nivelador comum mais eficaz em toda sociedade. Através dela não há diferenças. Ela nos iguala enquanto apenas seres humanos. Somos espíritos vivenciando uma fase humana, que é tão temporária quanto essa e qualquer crise. Tudo passa. Essa é única lei imutável no universo.

O que as pessoas podem fazer para reduzir os impactos e se protegerem nesse momento?

Victor Ávila:
A fé nos conecta e nos faz sentir mais humanos. Nos ajuda a desenvolver a habilidade da empatia. Nos tira do lugar comum e nos coloca em contato com o outro; tão cheio de dores e de dúvidas quanto qualquer um de nós. A fé, muito mais do que ter a pretensão de nos aproximar do Divino, nesse momento nos faz aproximar uns dos outros, ainda que em pensamentos.
Apesar de tudo, o mundo está se unindo. Talvez seja esse o propósito dessa crise.

Quanto tempo a mais você sente que enfrentaremos esse período?

Victor Ávila:
Apesar de ser difícil determinar pelas diversas variáveis que existem, incluindo o comportamento individual e coletivo, de acordo com os espíritos que tenho contato, somente a partir de julho é que possivelmente a situação irá sair aos poucos do que temos visto. Por completo a previsão em relação à superação do coronavírus é algo para setembro desse ano.
Mas, como dito, datas são muito imprecisas pelas diversas variáveis do caminho. Em verdade, tudo sempre estará nas mãos de Deus.

Quando tudo isso passar, o que fica de lição e novos caminhos e atitudes para humanidade?

Victor Ávila:
A maior de todas as lições certamente será que o amor prevalece sobre tudo. As conexões entre as pessoas serão mais sinceras, com menos máscaras e ao longo do tempo tenderão a se tornar mais claras e objetivas. Transparentes. Haverá mais empatia, mais honestidade, mais lealdade, mais generosidade. Haverá o reconhecimento da importância da boa convivência social, não aquela criada por interesses, mas aquela regada de abraços e afeto. Haverá um despertar gradativo quanto à realidade que a vida prevalece sobre o interesse monetário, que apesar de ser fundamental para a vida, não deve prevalecer sobre ela. Além disso, percebo que haverá um apelo muito forte à questão ambiental, incluindo a proteção aos animais e enfatizando também a despoluição ocorrida desse momento de crise, o que irá fortalecer a bandeira ambientalista. As pessoas irão descobrir que Deus não está apenas nas casas religiosas, mas também no convívio que cada um tem consigo mesmo e com o mundo à sua volta. Por fim, o amor começará a ser o epicentro dos relacionamentos.

Você tem trabalhado a distância nesse período, com quais serviços você atua e como as pessoas podem entrar em contato com você? O que é recomendado para qual/determinado caso?

Victor Ávila:
Sou Mestre de Reiki e também trabalho com outras técnicas como Apometria e Tarô. Alio o Reiki com a técnica apométrica para fazer o envio de energia que irá relaxar e desacelerar, mesmo à distância, o ritmo e os acúmulos e excessos não apenas energéticos, mas também de preocupações. O Reiki auxilia também no relaxamento muscular e sempre ensino a fazer meditações. A meditação possibilita o silêncio mental. A desaceleração. Traz paz e fortalece a saúde. Já com o Tarô, viso auxiliar os consulentes a encontrar respostas para os seus questionamentos no aqui e agora e a serem mais leves e bem direcionados.
Os interessados podem entrar em contato direto comigo pelo meu número de celular: (31) 99679-2269 ou me enviando mensagem no meu perfil do Facebook para agendarmos uma consulta: https://www.facebook.com/victor.jardimdeoxala

(Para contratar os serviços do Victor, entre em contato, agendamentos e pagamentos são tratados diretamente com ele.)

Victor deixou um recado para os leitores PG MUNDO:

A fé move montanhas. Não tenham medo. Se Deus permitiu tudo isso acontecer, há um propósito. E talvez ele seja nos tornarmos mais humanos e menos apegados à matéria. O Amor dignifica a Vida. Tudo o mais passa. Não importa tanto o que passamos, mas como passamos. Como nós reagimos frente à cada dificuldade. Que possamos ver o essencial. Que tenhamos paz em nossas almas.
Isso é tudo!

Você já conhece o livro “Mensagens do Jardim de Oxalá”? Clique para adquirir.

https://clubedeautores.com.br/livro/mensagens-do-jardim-de-oxala-2

Conheça mais do trabalho do Victor Ávila em seu canal no Youtube, onde compartilha do seu conhecimento com seus seguidores. Se inscreva para acompanhar os vídeos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: