Indonésia: Vulcão Anak Krakatau

O vulcão Anak Krakatau, que é filho de Krakatau (Anak significa criança), fica na província de Lampung na Indonésia. Sua erupção, que teve início nessa sexta feira, 10/04, chamou atenção do mundo todo.

Ele está localizado entre as ilhas de Java e Sumatra, pontos turísticos bem conhecidos, e surgiu de uma caldeira deixada pela erupção vulcânica que destruiu a ilha Krakatoa em 1883.

O Centro de Vulcanologia e Mitigação de Desastres Geológicos (PVMBG) apresentou um relatório de atividades vulcânicas que mostra a primeira erupção às 21:58h com duração de um minuto e 12 segundos, expelindo cinzas que alcançaram 200 metros de altura; a segunda erupção aconteceu às 23:35h e durou 38 minutos e 4 segundos, as cinzas alcançaram 500 metros de alturas e o vento as levou para o norte.

A vulcanologista Jess Phoenix comentou no Twitter sobre a erupção e afirmou que representa a maior atividade vista neste vulcão desde 2018. Segundo ela, essa erupção é uma ocorrência perfeitamente normal. 

O monte Merapi é o vulcão mais ativo da Indonésia, o vulcão de 2.930m, localizado na principal ilha de Java da Indonésia, soltou cinzas 13 vezes desde setembro. O vulcão entrou em erupção em 2 de abril com uma coluna de cinzas espalhada por até 3 km no céu. Uma zona proibida foi declarada a um raio de 3 km da cratera.

O Monte Merapi, um dos 129 vulcões ativos da Indonésia, entra em erupção regularmente desde 1548. Durante suas erupções de outubro a novembro de 2010, um total de 353 pessoas foram mortas e outras 350.000 foram deslocadas.

A agência emitiu um aviso de observação do vulcão para a aviação (VONA) com o nível de código laranja mais alto, o que significa que a erupção põe em perigo a aviação e aviões devem evitar o espaço aéreo em torno das nuvens quentes.

A Indonésia faz parte do “Anel de Fogo do Pacífico” e está propensa a atividades vulcânicas e terremotos.

Mais três vulcões mostraram atividades elevadas na sexta-feira, o o monte Kerinci, no oeste de Sumatra, o monte Semeru, no leste de Java, e o monte Merapi, no centro de Java. O Monte Kerinci, em Jambi, Sumatra Ocidental, entrou em erupção pela última vez em março de 2019, com cinzas 600m.

Na sexta-feira, o Ministério de Energia e Recursos Minerais (ESDM) relatou tremores e terremotos no Monte Kerinci.

O monte Semeru, o pico mais alto da ilha de Java, localizado em Lumajang, leste de Java, entrou em erupção na sexta-feira com 42 terremotos de explosão e uma coluna de cinzas de 400 metros de altura soprando para o norte.

O Monte Merapi, localizado entre Yogyakarta e Java Central, entrou em erupção em 29 de março com uma coluna de cinzas de 1.500 m de altura. Os dados de sexta-feira mostram que o vulcão ainda está enfrentando terremotos.

O vulcanologista e ex-chefe da Agência de Geologia, Ministério de Energia e Recursos Minerais (ESDM), Surono, avalia o fenômeno de seis erupções vulcânicas na Indonésia quase ao mesmo tempo, mas segundo ele não há conexão entre o fenômeno.

Acompanhe as matérias nos links:
[aqui]
[aqui]
[aqui]
[aqui]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: