Professora faz um desabafo “os pais não conseguem lidar com os filhos na quarentena”

Uma professora da rede pública, que pediu para não ter o nome e cidade revelada para não sofrer represálias, desabafou com a nossa equipe a respeito do desespero de alguns pais e a cobrança de volta as aulas.

Leia na íntegra:

Sou professora desde os meus 22 anos, hoje tenho 52, são trinta anos ministrando aula para os pequenos. Já convivi com todos os tipos de crianças e também com todos os tipos de pais. No passado, os pais ficavam tristes quando deixavam os filhos na escola e contentes quando os buscavam, hoje é ao contrário. Muitos pais não querem passar o seu tempo livre com os filhos e os filhos, por sua vez, são capazes de sentir isso.

Com a evolução da tecnologia e das redes sociais a cada ano o relacionamento familiar esfria. Muitas crianças vão para escola buscando companhia, atenção e carinho. Nós, professores, nos desdobramos para oferecer o melhor ensino e o melhor contato afetivo para uma sala de 30 alunos, alguns mais 30 no período da tarde. Sabemos a importância do nosso papel.

Em algumas atividades crianças já me relataram coisas perturbadoras, eu faço acompanhamento psicológico a mais de dez anos. Já vi desde abuso sexual, a fome, a descaso com higiene, a surras violentas, a desprezo, muitos tipos de maus tratos; hoje temos o Conselho Tutelar para nos amparar, chamamos o Conselho e notificamos os pais, antigamente não tínhamos essa opção e muitos pais não acreditavam nos professores.

Hoje em dia vejo crianças com dificuldade de concentração, com dificuldade em desenvolver fala, escrita, leitura, com dificuldade em coordenação motora, distúrbios emocionais… quando vou investigar, os pais colocam os filhos nos aparelhos eletrônicos e esquecem da função principal que deve ser estimulada em casa.

Esse ano uma aluninha de cinco anos me procurou no recreio, pediu para que eu desse um abraço, é algo comum entre as crianças, de repente ela me diz “tia ontem eu fui abraçar minha mãe e ela mandou eu sair do quarto que ela estava ocupada, mas ela só estava no celular.” Eu chamei a mãe para conversar, a mãe disse que é o único momento de sossego que tem, porque trabalha o dia todo.

Nessa quarentena tenho visto inúmeros relatos de pais, são crianças que riscam paredes a crianças que colocam fogo na casa. Pais entendam, as crianças estão entediadas, não basta colocá-las no tablete ou mandar brincar no quintal, elas precisam de atenção, deixo abaixo uma pequena lista de atividades que podem ser conduzidas em casa e serão proveitosas tanto para criança, quanto para os pais. E faço um apelo: “amem, deem atenção, carinho e escutem seus filhos, eles crescem e crescem rápido.”

Anúncios

LISTA DE ATIVIDADES

  • Leitura: separar contos infantis e ler em voz alta para as crianças
  • Rotina: hora para acordar, tomar café, almoçar, tomar banho, brincar e dormir.
  • Ajuda nos afazeres domésticos: limpar e organizar os brinquedos, ajudar a estender a cama, passar espanador nos móveis, guardar louças não perigosas.
  • Assistir um filme ou desenho juntos: estilo cinema em casa, com direito a pipocas e abraços.
  • Colorir: você pode desenhar e pedir para a criança colorir o seu desenho.
  • Brincadeiras em casa: adoleta, adedanha, adivinha, paga mico. São brincadeiras que fizeram parte da sua infância também.
  • Formação de palavras: você pode recordar letrinhas separadas em papéis de 3cm e estimular a construção de palavras como o nome da criança, o nome dos pais, dos avós.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: