Paulinho da Força é condenado pelo STF por desvios no BNDES

O presidente nacional da central sindical Força Sindical e presidente nacional do partido Solidariedade foi condenado a dez anos de prisão.

Ele foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal em 2012 por crime contra o Sistema Financeiro Nacional, foi acusado de desvios de recursos destinados a instituições financeiras e em concurso material de crimes de lavagem de dinheiro, que teriam ocorrido entre dezembro de 2007 à abril 2008.

Junto com comparsas, atuou em nome da Prefeitura de Praia Grande e das Lojas Marisa S/A para obter financiamentos no BNDES. A quadrilha conseguiu liberar 124 milhões de reais para a prefeitura e 165 milhões de reais para a franquia, tendo levado certa parte do dinheiro que foi configurado crime do Colarinho Branco.

Enquadrado por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, Paulinho da Força cumprirá pena em regime fechado no início da condenação.

Os advogados pretendem recorrer da decisão. Foram 3 votos sim contra 2 votos não.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: