Terapia Alternativa: dicas para lidar com a quarentena

Pandemia, quarentena e baixa atividade, essas são os principais motivos de boa parte das demandas nessa quarentena. As queixas mais comuns são insônia, prostração, baixa resistência, ansiedade e medo.

Lidar com algo invisível costuma causar sensação de impotência e muitas dúvidas. O desencontro de informações pioram os quadros já diagnosticados e agrava os efeitos psicossomáticos na vida dos pacientes.

Entretanto, existe algumas dicas simples que podem ser feita em casa e vai ajudar a lidar com alguns desses sintomas, como a insônia.

INSÔNIA

Algumas ervas são relaxantes e sedativas e podem contribuir para o estímulo de um sono profundo e tranquilo. É importante preparar o ambiente para um sono tranquilo, existem coisas que são importantes para adaptar, como:

• Tomar um banho quente na hora de dormir;

• Desligar eletrônicos e evitar que fiquem próximos a cama (celulares, notebook, etc);

• Colocar camomila dentro da fronha do travesseiro: o aroma vai espalhar as propriedades calmas e você irá inalar durante o tempo que dormir contribuindo para o relaxamento do corpo;

• Usar difusor com essências calmantes (substitui a camomila na fronha;

• Tomar 200ml de chás antes de dormir, variando entre as seguintes ervas:


– Lavanda
– Capim cidrão
– Melissa
– Camomila
– Valeriana

– Verbena

Essas ervas possuem propriedades calmantes, sedativas, espasmolíticas, além de diminuir a irritabilidade, a ansiedade e combater a depressão.

IMUNIDADE

A imunidade baixa é uma grande preocupação no período pandêmico. Para melhorar esse quadro é importante adaptar a rotina.

Tomar sol diariamente entre 8h e 11h e depois das 16h: ficar entre 15 e 30 minutos no sol é o suficiente para obter o hormônio esteroide lipossolúvel = a vitamina D. Essa vitamina controla 270 genes, células do sistema cardiovascular, manutenção do tecido ósseo, o sistema imunológico e no tratamento de doenças autoimunes.

• Fazer exercícios regularmente: os exercícios físicos trabalham nossos estados metabólicos e também o sistema imunológico, estimular a produção da célula NK que protege o corpo contra infecções. A prática regular também melhora a respiração, a circulação, a transpiração e a resistência muscular.

• Alimentar corretamente: alguns alimentos estimulam a boa saúde, fortalecendo nosso sistema imunológico, como:

– Alho: tem ação imunoprotetora, selênio, zinco, que evitam para evitar gripes e resfriados;

Cebola: possui quercitina que é um potencializador da função imune que evita doenças virais;

– Iogurte natural: possui probióticos que melhoram a flora intestinal e fortalecem o sistema imunológico;

– Shitake: possui lentinana que estimular a produção das células macrófagos e linfócitos, que são células de defesa e aumentam a imunidade;

– Vegetais de cor verde escuro, como couve, agrião e etc: possuem quantidade significativa de propriedades como ácido fólico e vitaminas do complexo A, B6 e B12, que atuam na maturação das células imunes e aumentam a resistência para infecções.

– Frutas e legumes ricos em vitamina C, como laranja, limão, acerola, cenoura e outros: Possuem o ácido ascórbico que protege contra a doença escorbuto, atua nos processos metabólicos e celulares, produz colágeno, trabalha o processo de oxidorredução, produz o aumento da absorção de ferro e inativação de radicais livres, combate a anemia, reduz a suscetibilidade de contrair infecções, diminui o endurecimento arterial e aterogênese, aumenta os anticorpos e potencializa o sistema imunológico.

• Ingerir pontualmente chás de ervas que estimulam o corpo humano a produzir defesa imunológica, como:

– Boldo: atua como imunomodulador, ajuda a evitar gripes e resfriados;

– Equinácea: combate a gripe,elimina fungos e bactérias, estimula a produção de glóbulos brancos, estimula o sistema imunológico;

Genciana: combate gripe, resfriados, sinusite, bronquite e faringite e estimula o sistema imunológico;

– Hortelã-Pimenta: tem ação antiviral, anti-inflamatória, antioxidante, descongestionante e antibacteriana;

– Calêndula: protege o sistema imunológico, anti-inflamatória, antioxidante e rica em vitaminas;

– Unha de gato: possui ação antiviral, anti-inflamatória e estimula a imunidade.

IMPORTANTE: essas dicas são medidas paliativas que não substituem o tratamento sistêmico. O paciente que persistirem aos sintomas citados, devem procurar ajuda profissional para identificar e tratar a causa.


Luciana O Garcia, CRTH-BR 6883, Terapeuta Alternativa, autora do livro Terapia Alternativa: Fundamentos.
Para agendamentos acesse esse site.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: