Deputado Douglas Garcia (SP) representa PCO e líder de movimento

Douglas fez a denúncia de ambos pela participação nas manifestações de esquerda, com homenagem aos comunistas Che Guevara, Trótski. A denúncia foi fundamentada na Lei de Segurança Nacional e no Artigo 287 do Código Penal: Fazer, publicamente, apologia de fato criminoso ou de autor de crime: Pena – detenção, de três a seis meses, ou multa.

Ele escreveu na sua página do Facebook:

Representei o PCO e líder de movimento de extrema-esquerda filiado ao PSOL na PGR por participação em manifestação antidemocrática que pedia o estabelecimento de uma ditadura do proletariado e fazia homenagens a terroristas, assassinos e ditadores como Che Guevara, Trótski, etc. Usei como base a Lei de Segurança Nacional e o artigo 287 do código penal que versa sobre apologia de fato criminoso ou de autor de crime.” (sic)

Em outro post, Douglas explica que a representação que fez contra Boulos, UNE e MTST na Procuradoria da República foi encaminhada ao Juizado Federal, a queixa aponta possível envolvimento na organização de manifestações de esquerda que ocorreram na capital paulista. Até o momento não houve manifestação do Procurador.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: