COVID-19: 60.713 óbitos e volta aulas

Decisões que estão dividindo opiniões. Recomendações e protocolos que não são seguidos desde o início da pandemia e risco de contaminação.

As medidas que definem como prioridade o uso de máscara e o distanciamento estão sendo questionada, principalmente quando se trata de crianças do ensino primário.

Outra questão que aponta déficit significativo é a carência de materiais tanto de limpeza quanto escolares nos ambientes educacionais. Em algumas escolas situadas em lugares carentes os pais costumam contribuir com a doação de itens para escola.

Fica o questionamento se os órgãos governamentais conseguiram distribuir equipamentos necessários para o cumprimento do protocolo de segurança.

Nas redes sociais, a maioria dos pais são contrários a medida e não desejam o retorno precoce das aulas.

Volta as aulas

Segundo recomendações do Portal do MEC (Ministério da Educação) o documento “Protocolo de Biossegurança” normatiza medidas para o retorno escolar.

“Entendemos que os alunos precisam voltar às aulas o quanto antes, mantendo as medidas de segurança e prevenção, como o distanciamento social, por isso estamos lançando logo esse Protocolo, reunindo diretrizes gerais”, afirmou o secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel.

Entre as medidas estão recomendados:

  • Organizar as equipes para trabalhar de forma escalonada, com medida de distanciamento social;
  • Manter, sempre que possível, portas e janelas abertas para ventilação do ambiente;
  • Garantir adequada comunicação visual de proteção e prevenção de risco à COVID-19;
  • Organizar a rotina de limpeza do ambiente de trabalho e dos equipamentos de uso individual;
  • Considerar o trabalho remoto aos servidores e colaboradores do grupo de risco;
  • Priorizar o uso de Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) para a realização de reuniões e eventos à distância. Se necessário o encontro presencial, optar por ambientes bem ventilados.
  • Utilizar máscaras, conforme orientação da autoridade sanitária, de forma a cobrir a boca e o nariz;
  • Seguir as regras de etiqueta respiratória para proteção, em casos de tosse e espirros;
  • Lavar as mãos com água e sabão ou higienizar com álcool em gel 70%;
  • Evitar cumprimentar com aperto de mãos, beijos ou abraços;
  • Respeitar o distanciamento de pelo menos 1,5m (um metro e meio) entre você e outra pessoa;
  • Manter o cabelo preso e evitar usar acessórios pessoais, como brincos, anéis e relógios;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e talheres, materiais de escritórios, livros e afins.

Para a Sala:

  • A aferição da temperatura de servidores, estudantes e colaboradores, na entrada da Instituição e de salas e ambientes fechados;
  • A disponibilização de termômetro, álcool 70% e álcool em gel 70% para cada unidade (administrativa e de ensino);
  • A limpeza periódica em locais utilizados com maior fluxo de pessoas;
  • A limpeza intensiva de banheiros e salas de aula;
  • No uso de bebedouros, deverá se evitar contato direto com a superfície, devendo ser utilizado papel toalha com possibilidade de descarte em coletor de resíduos com acionamento sem contato manual e posteriormente, realizar a higienização das mãos; Na impossibilidade do cumprimento de tais orientações, recomenda-se a interdição dos bebedouros.
  • Utilizar máscaras;
  • Disponibilizar frascos com álcool em gel 70%;
  • Aferir a temperatura no acesso às áreas comuns;
  • Garantir o distanciamento social, respeitando a distância mínima de 1,5m (um metro e meio);
  • Manter os ambientes ventilados (janelas e portas abertas);
  • Para retomada das atividades com segurança, recomenda-se à Instituição de Ensino garantir:
  • Áreas comuns (estacionamentos, vias de acesso interno, praça de alimentação, biblioteca, refeitório, residência estudantil, etc.):
  • Manter a limpeza de móveis, superfícies e utensílios;
  • Escalonar o acesso de estudantes ao refeitório e praças de alimentação.
  • Utilizar máscaras;
  • Aferir a temperatura na entrada das salas e auditórios;
  • Disponibilizar frascos com álcool em gel 70%;
  • Garantir o distanciamento social, respeitando a distância mínima de 1,5m (um metro e meio); entre mesas e cadeiras;
  • Manter os ambientes ventilados (janelas e portas abertas);
  • Manter a limpeza das salas e auditórios a cada troca de turma.
  • Utilizar, obrigatoriamente, máscara e touca descartável, cobrindo todo cabelo e orelha, sem uso de adornos;
  • Utilizar, obrigatoriamente, EPIs (jaleco, máscara e touca) antes de entrar no laboratório;
  • Não manusear celulares e bolsas dentro dos laboratórios;
  • Manter os ambientes ventilados (janelas abertas);
  • Manter o distanciamento social, respeitando a distância mínima de 1,5m (um metro e meio);
  • Disponibilizar frascos com álcool em gel 70%;
  • Manter tapete com hipoclorito na entrada, renovando conforme a especificidade da atividade;
  • Aferir a temperatura na entrada do laboratório;
  • Manter a limpeza e desinfecção do ambiente a cada 2 horas.
  • Assegurar condições adequadas de supervisão ou preceptoria;
  • Verificar temperatura antes do início das atividades;
  • Utilizar EPIs, obrigatoriamente, de acordo com a especificidade da atividade;
  • Manter-se em ambientes ventilados;
  • Manter o distanciamento de 1,5m (um metro e meio);
  • Disponibilizar frascos individuais com álcool em gel 70%;
  • Evitar o compartilhamento de equipamentos e ferramentas;
  • Manter a limpeza e desinfecção de equipamentos e maquinários coletivos após a utilização por usuário.

Leia na Íntegra:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: