Nise Yamaguchi foi afastada por declaração de cunho nazista, esclarece Einstein

A médica chegou a ser cotada como ministra da saúde.

Suposições de ativistas bolso-olavistas compartilhada nas redes sociais apontavam que Nise teria sido demitida por conta da “cloroquina”.

Nise criticou os protocolos apresentados por bancas médicas contrárias ao uso do medicamento e também era a favor do isolamento vertical (apenas para pessoas de risco)

“Estou escandalizada com esses estudos absolutamente sem critérios que estão sendo trazidos tentando desmerecer uma medicação que pode salvar vidas, principalmente quando usada de forma precoce. Acho importante que seja revisto e mais importante que os pacientes iniciem imediatamente!”

A médica afirmou a Roberto Cabrini (SBT) que foi afastada por defender o uso da hidroxicloroquina no tratamento da covid-19.

O Hospital Albert Einstein esclareceu os fatos da demissão, apontando que Nise fez uma analogia infeliz durante uma entrevista comparando o pânico pela pandemia e a postura das vítimas do holocausto com o questionamento:

“Você acha que alguns poucos militares nazistas conseguiriam controlar aquela massa de rebanho de judeus famintos se não os submetessem diariamente a humilhações?” – disse Yamaguchi.

Leia na integra a nota do Hospital Israelita Albert Einstein:

Com relação a declarações prestadas pela Dra. Nise Yamagushi, o Hospital Israelita Albert Einstein tem a esclarecer o seguinte:

1) O hospital respeita a autonomia inerente ao exercício profissional de todos os médicos, jamais permitindo restrições ou imposições que possam impedir a sua liberdade ou possam prejudicar a eficiência e a correção de seu trabalho.


2) A Dra. Nise Yamagushi faz parte do corpo clínico do Hospital, sendo admissível que perfilhe entendimento próprio com relação ao atendimento de seus pacientes ou à sua postura em face da pandemia ora combatida, desde que observe as regras relacionadas ao uso da sua condição de integrante do Corpo Clínico em sua comunicação.


3) Trata-se, contudo, de hospital israelita e a Dra. Nise Yamagushi, em entrevista recente, estabeleceu analogia infeliz e infundada entre o pânico provocado pela pandemia e a postura de vítimas do holocausto ao declarar que “você acha que alguns poucos militares nazistas conseguiriam controlar aquela MASSA DE REBANHO de judeus famintos se não os submetessem diariamente a humilhações, humilhações, humilhações…”.


4) Como se trata de manifestação insólita, o hospital houve por bem averiguar se houve mero despropósito destituído de intuito ofensivo ou manifestação de desapreço motivada por algum conflito. Durante essa averiguação, que deve ser breve, o hospital não esperava que o fato viesse a público.

A expectativa do hospital é a de que o incidente tenha a melhor e mais célere resolução, de modo a arredar dúvidas e remover desconfortos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: