Covid-19: gastos e investimentos públicos, avanço do vírus e índice de contaminação

Dados do Governo de São Paulo mostram o avanço do vírus no estado.

Investimento de 296.177.598 bilhões no combate do covid-19.

Um gráfico disponibilizado no site da Câmara dos Deputados mostra o quanto o governo já investiu para reduzir os danos da pandemia. Os investimento são divididos para o auxílio emergencial, Auxílio Financeiro para os Estados e municípios, apoio a microempresas, saúde pública, financiamento da folha salarial, manutenção do emprego e renda, complemento ao fundo destinado aos estados e municípios.

Acesse o documento orçamentário clicando AQUI.

Veja o destino do dinheiro no gráfico abaixo:

(Foto reprodução: Câmara dos Deputados)
(Foto reprodução: Câmara dos Deputados)

Diversos hospitais de campanha foram construídos para ajudar no tratamento do coronavírus.

COVID-19 HOJE

Segundo dados, hoje, 21/07, o Brasil contabilizou 1.346 mortes em 24h e já soma 2.166.532 de pessoas positivas para o coronavírus. Já são 81.597 óbitos em todo o país.

O Governo de São Paulo criou uma plataforma para atualizar os dados da pandemia. Os quadros revelam o avanço do vírus no estado. E a disseminação pelas cidades.

Apenas sete cidades em todo estado que estão livres do covid-19, são elas: Monte Castelo, Santa Mercedes, Arco-Íris, Cruzália, Florínea, Lagoinha e São José do Barreiro.

Reprodução: Governo de São Paulo
Reprodução: Governo de São Paulo


Ainda segundo o site do governo paulista:

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 64,3% na Grande São Paulo e 66,6% no Estado. O número de pacientes internados é de 14074, sendo 8.269 em enfermaria e 5.805 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 10h de hoje.

Entre as vítimas fatais estão 11.647 homens e 8.524 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 74,7% das mortes.

Observando faixas etárias, nota-se que a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (4.968), seguida pelas faixas de 60 a 69 anos (4.700) e 80 e 89 anos (4.036). Entre as demais faixas estão os: menores de 10 anos (28), 10 a 19 anos (37), 20 a 29 anos (167), 30 a 39 anos (652), 40 a 49 anos (1.404), 50 a 59 anos (2.801) e maiores de 90 anos (1.378).

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (58,6% dos óbitos), diabetes mellitus (43,2%), doenças neurológicas (11%) e renal (9,7%), pneumopatia (8,2%). Outros fatores identificados são obesidade (7%), imunodepressão (6%), asma (3,1%), doenças hepáticas (2,1%) e hematológica (2%), Síndrome de Down (0,5%), puerpério (0,1%) e gestação (0,1%). Esses fatores de risco foram identificados em 16.147 pessoas que faleceram por COVID-19 (80,1%).

Entre as pessoas que já tiveram confirmação para o novo coronavírus estão 199.365 homens e 221.625 mulheres. Não consta informação de sexo para 1.679 casos.

A faixa etária que mais concentra casos é a de 30 a 39 anos (101.979), seguida pelas faixas de 40 a 49 (91.537), 50 a 59 (65.711), 20 a 29 (64.968), 60 a 69 (39.383), 70 a 79 (21.133), 10 a 19 (15.156), 80 a 89 (11.135), menores de 10 anos (8.319) e maiores de 90 (3.089). Não consta faixa etária para outros 259 casos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: