Alemão pedófilo amarrava crianças para produzir vídeos de pornografia infantil

Conseguimos novas informações a respeito do pedófilo preso essa semana por ser dono de um estúdio de produção de conteúdo pornográfico infantil.

Segundo o jornal O Dia, as investigações em andamento já revelaram que Klaus Berno Fischer se separou da esposa por conta de suas atitudes e ele ainda é pai de dois ou três filhos que estão na Alemanha.

Ele já teve residências em bairros como Santa Teresa, no Centro, em Copacabana e na Zona Sul, todas áreas nobres do Rio. Costumava frequentar bailes funks na comunidade Cavalo de Aço, local dominado pelo tráfico e ficava próximo ao estúdio de gravação.

Não há documentações da compra do imóvel, ele fica numa área em cima de um morro e dentro da mata.

Os abusos

Pessoas que testemunharam da 35º DP (em Campo Grande) disseram que as crianças eram penduradas no teto do local, com algemas e roldanas, para que os abusos acontecessem.

O Delegado Luís Mauricio Armond Campos, que conduz o caso, informou disse que as informações foram confirmadas diante dos vídeos analisados.

O pedófilo costumava prometer dinheiro, roupas, brinquedos e presentes para aliciar as vítimas. A polícia descobriu que duas pessoas agiam nas favelas atraindo as vítimas e uma mulher era a responsável por levar as crianças de moto até o estúdio. Klaus também abusava sexualmente das crianças.

No local os agentes encontraram um cofre recheado com HDs e materiais pornográficos infantis. Nas paredes falsas também havia outros materiais. Além de diversos produtos sexuais como alargadores anais, óleos, estimulantes, vibradores, amarras, bisnagas de milho e bananas, perucas, diversas fantasias, roupas e acessórios diversos, simuladores de festas, gangorras, balanças e aparelhos de barbear que ele usava para depilar os pelos pubianos das vítimas.

Em um dos cômodos usados para as gravações tem um banheiro com chuveiro duplo, que era usado para cenário sexual.

Segundo o delegado, os vídeos eram vendidos na Deep Web e por lá ele é conhecido como “Tio Klaus” devido a pedofilia do seu conteúdo.

Também está sendo investigado o envolvimento de dois alemães e um brasileiro próximos ao pedófilo que provavelmente sabem do esquema.

Armond declarou a TV Globo:

“Foi um choque. Nesse tempo de polícia que eu tenho, nunca havia visto uma coisa tão bizarra, tão agressiva. Terror, mesmo. Um horror era o que havia lá. Requintes de sadomasoquismo além do comum. Realmente fiquei horrorizado”. Quando você entra na casa tem uma cozinha, um banheiro e ai acaba a normalidade. Tem uma sala pintada todo de fosco, para evitar reflexos, vidros lacrados, têm jogos de luzes. E dentro dessa área tem um cômodo principal com instrumentos de informática. Com HDs, diversos computadores”.


Prisão

Ele foi preso por estupro de vulnerável e pelos artigos do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) que tipificam o crime de produção e venda de material pornográfico infantil. Ele foi levado para a Secretaria Penitenciária e será encaminhado para o presídio.

O pedófilo prestou depoimento e, segundo informações do delegado, “não está falando coisa com coisa e não quer falar muito”.

Um comentário em “Alemão pedófilo amarrava crianças para produzir vídeos de pornografia infantil

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: