Pastor Everaldo, presidente do PSC, é preso junto com os filhos

Ele e os filhos, Filipe Pereira e Laércio Pereira, foram alvos da Operação Tris in Idem – a mesma que afastou Witzel.

Citado na delação premiada de Edmar Santos, ex secretário da saúde, Everaldo foi apontado como mandante na saúde. O secretário está peso por corrupção.

Ele também seria líder da organização criminosa que desvia recursos públicos para lavagem de capitais e outros crimes. O pastor comanda a organização que atua em setores como DENTRAN, Administração Pública do Estado do Rio de Janeiro e contratações da CEDAE.

A delação revela que um dia antes da Operação Placebo, o governador repassou mais de 15 mil reais em espécie para Everaldo, ele também adquiriu um imóvel de R$ 2.050.000,00 pagando boa parte do valor em espécie. A corretora de seguros EDP, que tem os filhos como sócio, movimentou inúmeros depósitos em valor fracionado para dissimular movimentação e esconder valores ilícitos.

A prisão foi comandada por Policiais Federais e uma procuradora, o pastor foi preso no bairro do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio e encaminhado no carro da PF para a sede da Polícia Federal no Rio, na Praça Mauá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: