Em meio a crise econômica, Câmara perdoa dívidas de R$1 bilhão de igrejas, vai para sanção

O presidente Bolsonaro tem até o dia 11/12 para sancionar ou vetar o projeto aprovado.

O projeto é do filho de R.R Soares, o deputado David Soares (DEM-SP), aprovado enquanto o Brasil enfrenta uma crise econômica, tem o auxílio emergencial reduzido e o país irá ultrapassar 100% do PIB nos próximos anos, ultrapassando o deficit de R$ 700 bilhões em 2020.

Questionado pelo jornal Antagonista David respondeu: “Não estou falando com a imprensa.”

Em abril desse ano o presidente promoveu uma reunião entre o deputado e José Barroso Tostes Neto, secretário especial da Receita Federal, para discutir as dívidas das igrejas. Segundo o jornal Estadão, Bolsonaro ordenou que a equipe econômica resolva o assunto, mas técnicos resistem a decisão.

A dívida que envolve débitos e multas aplicadas pela Receita Federal se dá a CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) e contribuição previdenciária.

A  Igreja Internacional da Graça de Deus tem R$ 37,8 milhões inscritos na Dívida Ativa da União.

Internautas esperam que o projeto seja vetado pelo presidente.

2 comentários em “Em meio a crise econômica, Câmara perdoa dívidas de R$1 bilhão de igrejas, vai para sanção

Adicione o seu

  1. se continuar falando mal do governo e do mito nunca vao ser respeitado tao ganhando quanto pra trabalhar contra o bolsonaro?

    Curtir

Deixe uma resposta para flavio santana Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: