As vacinas são eficazes e salvam vidas

Na era de Fakenews, muitas informações desqualificadas têm sido propagadas na internet e muitas pessoas leigas tomam como verdade as mentiras que colocam suas vidas em risco.

Em números quantitativos, todos brasileiros já foram vacinados mais de uma vez na vida, segundo o site Vaccini são 29 vacinas essenciais.

Após a administração de qualquer vacina o paciente pode sentir efeitos colaterais, isso ocorre porque o sistema imunológico provoca uma reação aumentando o fluxo sanguíneo para que mais células imunes entrem em circulação, dessa forma ocorre a imunização sem que o paciente contraia a doença, seja essa viral ou bacteriana.

Entre os efeitos colaterais de qualquer vacina, podem ocorrer: febre, dor do corpo, fadiga, dor e vermelhidão no local.

Ao contrário do que diz a crendice popular, a vacina pode ser tomada se o paciente tiver febre baixa, doenças comuns, coriza, diarreia leve, doenças de pele, tomando antibiótico ou internado.

Com as vacinas contra COVID não é diferente

As vacinas mais populares são:


Pfizer com 95% de eficácia;
Moderna com 95,5% de eficácia;
Sputnik V com 91,6% de eficácia;
Novavax com 89,3% de eficácia;
AstraZeneca com 70% de eficácia;
Janssen com 66% de eficácia;
Coronavac com 50,4% de eficácia.

A Coronavac tem sido utilizada majoritariamente no Chile e um estudo publicado na New England Journal of Medicine apontou que a vacina teve efetividade de 86% na prevenção de mortes em decorrência do coronavirus. Mais de 10 milhões de chilenos foram avaliados na pesquisa que apontou 65,9% de prevenção de casos, 87,5% de prevenção de hospitalização, 90,3% de prevenção de internações em unidades intensivas ((UTI) e 86,3% de prevenção de mortes.

Dados divulgados em grupos sobre riscos graves de reações adversos são tendenciosos.

Todas as vacinas podem causar reações adversas leves, moderadas e graves, é o que aponta o boletim do Ministério da Saúde.

Entre cefaleia, artralgia, exantema, linfadenomegalia, mielite, meningite, paralisia e outros causados por vacinas comuns, os dados que apontam sobre reações adversas para as vacinas contra o covid-19, como trombose, por exemplo, são substancialmente ínfimos, de 34 milhões de aplicações apenas 222 casos foram registrados.

Os efeitos colaterais das vacinas contra o covid-19 são febre, dor muscular, fadiga, cefaleia, dor no local da injeção, calafrio e diarreia. Eles podem ocorrer nos primeiros dias após a vacinação e duram, segundo estimado, menos de uma semana.


Anúncios
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: